Na avaliação do diplomata e ex-ministro da Fazenda Rubens Ricupero, a imagem do Brasil no exterior nunca esteve tão abalada como na crise desencadeada pelas queimadas na Amazônia. "A não ser por um milagre" há a possibilidade de recuperar a imagem do Brasil no exterior, alerta


Rubens Ricupero (Foto: Roque de Sá/Agência Senado)

247 - Na avaliação do diplomata e ex-ministro da Fazenda Rubens Ricupero, a imagem do Brasil no exterior nunca esteve tão abalada como na crise desencadeada pelas queimadas na Amazônia. Segundo ele, isso é reflexo do posicionamento do governo brasileiro, "dos ataques a países e líderes que pediram solução para a questão ambiental". A reportagem é do jornal O Globo.

Ricupero, que já foi ministro do Meio Ambiente e secretário-geral da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (Unctad), destaca que, dada a atual situação, há um "perigo real" de que o acordo entre Mercosul e União Europeia não vá adiante, e até que países europeus invoquem as legislações do bloco para tomar medidas contra a soja e a carne produzidas no Brasil.

"O Brasil vive a mais grave crise de imagem nos últimos 50 anos. Nem no governo militar assistimos um movimento em que todos os noticiários internacionais focalizassem a Amazônia como primeira notícia, com declarações de presidentes, jogadores de futebol, atores de cinema, chefes da ONU. As proporções estão muito altas. Muito deste cenário tem a ver com o posicionamento do governo em relação às críticas internacionais, a forma com a qual comentários negativos são respondidos", declarou ao jornal.


Brasil 247

1 Comentários

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;

  1. Era o que eu esperava! E quero mesmo que o mundo boicote severamente esse governo absurdo! Só chegando ao caos é que uma revolução popular pode acontecer, de modo que o poder venha a ser do povo e não mais dessas máfias oligárquicas! Que venha o caos criador e renovador de tudo!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;

Postagem Anterior Próxima Postagem