Em um dia como este, no ano de 1943, acontecia um dos maiores confrontos blindados da história militar com a ofensiva alemã contra a fortificação russa em Kursk, uma estação ferroviária e centro industrial da Rússia, palco de uma devastadora batalha, que marcou o ponto de virada da frente oriental em favor dos russos.

Os alemães tinham sido expulsos de Kursk, um centro estratégico de comunicação entre o norte e o sul, em fevereiro. Em março, os russos criaram uma fortificação a oeste de Kursk para evitar outra tentativa alemã no avanço mais ao sul. Em junho, os invasores alemães lançaram um ataque aéreo contra Kursk; em terra, acontecia a Operação Cottbus com o objetivo de destruir ações de militantes russos, que, na realidade, resultou no massacre de civis, enquanto os combatentes soviéticos estavam escondidos. Os russos responderam com ataques aéreos contra as tropas alemãs.

Em julho, Hitler percebeu que vencer a resistência russa em Kursk seria essencial para atingir os seus objetivos na Rússia Soviética e da defesa da Grande Alemanha. "Neste dia, vocês participarão de uma ofensiva de tal importância que todo o futuro da guerra poderá depender deste resultado", anunciou Hitler aos seus soldados em 4 de julho. Mas, no dia seguinte, os russos mostraram sua força com o lançamento de seu bombardeio de artilharia. Os alemães contra-atacaram e, a maior batalha de tanques da história começou: entre os dois beligerantes, foram usados quase seis mil tanques.

Em 12 de julho, 900 tanques russos entraram em confronto com outros 900 da Alemanha (incluindo os seus tanques de ponta Tiger), em Prokhorovka, onde ocorreu embate mais sério em Kursk. Quando tudo acabou, 300 tanques alemães, e mais ainda os russos, estavam espalhados sobre o campo de batalha. "A terra estava preta e queimada com tanques em chamas", informou um oficial russo. O alto custo dos confrontos em Kursk (que se encerrou no dia 23 de julho) penderia em favor dos russos, que tinham conquistado a vantagem na frente oriental e, desta maneira, a permanência dos alemães em território soviético estava chegando ao fim.



Imagem: [Domínio público], via Wikimedia Commons





HISTORY

Faça um comentário

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;

Postagem Anterior Próxima Postagem