Publicado por Redação RBA


São Paulo – Em declaração dada a jornalistas em Brasília, ontem (11), o presidente Jair Bolsonaro disse considerar o nome de seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ) para ocupar o posto de embaixador do Brasil nos Estados Unidos. “Ele é amigo dos filhos do Donald Trump, fala inglês e espanhol, tem uma vivência muito grande do mundo. Poderia ser uma pessoa adequada e daria conta do recado perfeitamente”, disse.

Em uma entrevista concedida no escritório da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CREDN) da Câmara no início da noite de ontem, Eduardo Bolsonaro afirmou que estaria de acordo com a nomeação. “Se for da vontade do presidente, ele realmente, de maneira oficial, me entregar essa missão, eu aceitaria.”

“É nepotismo aberto. E as razões que ele (Bolsonaro) mencionou (para nomear Eduardo) são débeis”, afirma o cientista político e sociólogo Emir Sader em sua coluna na Rádio Brasil Atual. “É péssimo até porque vem num marco de uma virada ideológica extremamente conservadora que o governo vem anunciando.”

Emir destaca que a nomeação se daria em um momento no qual a diplomacia brasileira vem adotando posturas retrógradas. “As posições que o governo vai defender nas Nações Unidas são as mais conservadoras possíveis, não defende os direitos de nenhuma minoria, LGBTs, mulheres, e se distancia do consenso internacional sobre direitos humanos.”

“Agora ele entrou em uma sinuca de bico porque está comprometido em manter a nomeação. Se retroceder fica evidenciada uma fraqueza e uma desautorização em relação ao filho”, aponta o sociólogo.

Parlamentares também reagiram à possibilidade. “Com a indicação de Eduardo Bolsonaro para embaixador nos EUA, os americanos conseguiram um lugar estratégico para conspirar contra o Brasil: a embaixada brasileira nos EUA”, postou em seu perfil no Twitter o deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP).

O deputado federal Glauber Braga (Psol-RJ) também criticou a possível nomeação no Twitter. “A indicação de Eduardo Bolsonaro pra ser o embaixador brasileiro nos EUA é um escárnio. Justificativa de Bolsonaro: ele se dá muito bem com a família Trump. ENTREGUISTAS! Essa turma não tem o direito de usar a bandeira do Brasil como símbolo.”



Rede Brasil Atual

Faça um comentário

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;

Postagem Anterior Próxima Postagem