Pedro Cardoso (Foto: Reprodução)

De passagem por São Paulo, onde realiza sete espetáculos e um workshop ao lado da mulher, Graziella Monteiro, o ator Pedro Cardoso, que mora atualmente em Portugal, disse que atualmente no país há um “um ataque forte contra a cultura por uma parte da população que se embrulha na bandeira e tenta transformar o Brasil na ideia que elas têm do Brasil”.

Para o ator, a união da classe média com grupos religiosos para obter uma “ascensão social” traçou um panorama tenebroso no Brasil.

“O que aconteceu foi que um grupo de classe média que se sentia excluído se agregou a um fundamentalismo religioso para obter uma ascensão social”, diz. “E eles não toleram quem pensa diferente. Isso é fascismo”, disse, em entrevista a Teté Ribeiro, na Folha de S.Paulo deste sábado (13).


Revista Fórum

Faça um comentário

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;

Postagem Anterior Próxima Postagem