Glenn Greenwald e João Pedro Gebran Neto (Foto: Senado | TRF4)

247 – O jornalista Glenn Greenwald publicou uma sequência de tweets sobre o novo capítulo da Vaza Jato, que agora atinge o TRF-4. "Nossa nova reportagem #VazaJato, desta vez em @VEJA: mensagens citam "encontros fortuitos" entre Deltan e desembargador do TRF4: 'fortes indícios de que os diálogos impróprios com um dos membros do TRF4'", escreveu.

"Vale sempre lembrar que @VEJA foi um dos líderes da mídia na construção da mitologia de Sergio Moro e LJ. Agora que eles veem a evidência de quem eles realmente são, olhem o que estão dizendo. É por isso que uma imprensa livre é crucial para a democracia", disse ainda. "O único argumento restante para os defensores de Moro foi que o processo corrompido que produziu suas decisões foi afirmado pelo TRF4. Esse novo material no @VEJA torna esse argumento muito duvidoso, na melhor das hipóteses. Publicaremos os chats usados em @TheInterceptBr."


Vale sempre lembrar que @VEJA foi um dos líderes da mídia na construção da mitologia de Sergio Moro e LJ. Agora que eles veem a evidência de quem eles realmente são, olhem o que estão dizendo. É por isso que uma imprensa livre é crucial para a democracia:

Ver imagem no TwitterVer imagem no Twitter

389 pessoas estão falando sobre isso


Vale sempre lembrar que @VEJA foi um dos líderes da mídia na construção da mitologia de Sergio Moro e LJ. Agora que eles veem a evidência de quem eles realmente são, olhem o que estão dizendo. É por isso que uma imprensa livre é crucial para a democracia:

Ver imagem no TwitterVer imagem no Twitter
O único argumento restante para os defensores de Moro foi que o processo corrompido que produziu suas decisões foi afirmado pelo TRF4. Esse novo material no @VEJA torna esse argumento muito duvidoso, na melhor das hipóteses. Publicaremos os chats usados em @TheInterceptBr.

Ver imagem no Twitter

311 pessoas estão falando sobre isso

Brasil 247

Faça um comentário

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;

Postagem Anterior Próxima Postagem