Foto: EBC


O deputado federal Marcelo Calero (Cidadania-RJ) usou sua conta do Twitter, nesta quarta-feira (17), para reagir à declaração de Jair Bolsonaro sobre embaixadores brasileiros nos Estados Unidos.

Além de ministro da Cultura no governo Temer, o parlamentar é diplomata por formação e já atuou na embaixada brasileira no México.

“Inadmissível o ataque de Jair Bolsonaro aos valorosos Embaixadores q serviram nos EUA. É mesquinho e deplorável que, em defesa da imoral nomeação de seu filho, Bolsonaro se preste a esse papel odioso de ferir a reputação de servidores públicos honrados e a do Itamaraty”, escreveu Calero.


O deputado se referiu, em sua postagem, à declaração de Bolsonaro de que os embaixadores brasileiros nos Estados Unidos “não fizeram nada de bom desde 2003”. A fala do presidente veio como forma de defender a indicação de seu próprio filho, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), para a embaixada do país nos EUA.
Veja também: Maia questiona competência de Eduardo e diz que foco "ideológico" não pode prevalecer sobre "questão comercial"

Na terça-feira (16) Calero já havia se manifestado sobre a indicação de Eduardo para o posto de embaixador em solo estadunidense. No plenário da Câmara, o parlamentar disparou: “Eu, que sou diplomata de carreira, sei do que estou falando. É inadmissível que o Brasil seja comparado a uma república bananeira, em que o presidente da República nomeia o seu filho como embaixador nos Estados Unidos”.





Revista Fórum

Faça um comentário

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;

Postagem Anterior Próxima Postagem