Glenn Greenwald (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)


A participação do jornalista Glenn Greenwald, editor fundador do The Intercept Brasil, na Flipei, evento parceiro da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) promete ser alvo de manifestação de moradores da cidade apoiadores do ex-juiz federal Sérgio Moro e de Jair Bolsonaro.

Cerca de 500 pessoas organizadas em grupos de WhatsApp pretendem protestar contra o jornalista e forçar o cancelamento do debate que ele foi convidado. Os manifestantes reclamam que a participação de Glenn busca “levar a sede do comunismo para Paraty”.

“Foi uma indignação instantânea quando essa palestra foi divulgada. A indignação é por um estrangeiro vir discutir sobre a Lava Jato, este patrimônio do brasileiro decente que cansou de ouvir barbaridades sobre roubalheira. Um americano que foi expulso do país dele. Falam que ele ganhou o prêmio Pulitzer, mas ele não ganhou nada, é tudo fake”, declarou um dos revoltosos à Folha.

A Flip disse que não interfere na programação das casas parceiras e a organização da Flipei confirmou que o espaço será mantido. “Defendemos a liberdade de expressão. É uma mesa de debate, não é palanque. Estes manifestantes vão ser muito bem-vindos, e, se quiserem, podem mandar perguntas para o Glenn na mesa, e elas serão respondidas”, disse Cauê Ameni, um dos organizadores.

“Escolhemos o Glenn porque ele é o jornalista mais importante do mundo hoje. Ele está mostrando com provas a face de um processo que todos suspeitavam que vinha acontecendo”, completou Ameni.


Revista Fórum

Faça um comentário

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;

Postagem Anterior Próxima Postagem