O juiz Flávio Itabaiana, da 27ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, autorizou as quebras de sigilos bancário e fiscal de mais oito pessoas.

Eles são apontadas pelo Ministério Público (MP-RJ) como ex-funcionários do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) quando ele era deputado estadual. Ao todo, 86 pessoas e 9 empresas tiveram sigilos quebrados, após autorização judicial em abril.

A investigação foi aberta após o Conselho de Controle das Atividades Financeiras (Coaf) apontar uma movimentação atípica de R$ 1,2 milhão de janeiro de 2016 a janeiro de 2017 nas contas de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro.

As operações eram depósitos e saques em dinheiro vivo.

Queiroz afirmou ao MP-RJ que recebia parte dos valores dos salários dos colegas de gabinete e usava esse dinheiro para remunerar assessores informais de Flávio.

De acordo com promotores, há indícios de prática de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa no gabinete de Flávio na Alerj.

As informações são do Brasil 247.


Blog do Esmael

Faça um comentário

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;

Postagem Anterior Próxima Postagem