Se não houver uma “mãozinha” da Globo, há fortes possibilidades de que os atos em favor de Sérgio Moro, marcados para domingo, dêem, como se diz nesta época de festas juninas, chabu.

Não sei se porque, até agora, o exército de robôs não foi acionado, nem mesmo do seu território do Twitter a turma conseguiu se organizar, embora apresentem lista imensas de cidades onde ocorrerão suas aglomerações.

As revelações do Intercept, as bateções de cabeça do governo, o escândalo dos 39 kg de cocaína no avião presidencial e, agora cedo, a prisão de laranjas do ministro do Turismo – inclusive o principal assessor de Marcelo Álvaro Antonio – parecem ter abalado parte dos minions.

Embora o Judiciário esteja arranjando “fatos novos” para animar a festa, parece não estar funcionando.

Se eu quiser apelar para a “bola de cristal” que o general Augusto Heleno disse que precisaria para saber que alguém entraria no avião da comitiva presidencial com um baú de cocaína, diria que vai piorar hoje a noite ou amanhã de manhã, quando devem surgir novos “momentos íntimos” do Telegram da Lava Jato.

Como se não bastasse, o chefe dos olavetes disparou, lá da Virgínia, um anticonvite para as manifestações.

“Se eu estivesse no Brasil, iria à passeata do dia 30 só para dar um chute no cu do Katapiroka”, postou no Facebook, na linguagem tipica de sua estupidez. Não deixa de ser divertido que algumas de suas seguidoras prometam fazer isso por ele.



TIJOLAÇO

Faça um comentário

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;

Postagem Anterior Próxima Postagem