247 - O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta terça-feira (16) que a Petrobras é independente para estabelecer preços, e que o presidente Jair Bolsonaro deixou claro entender que seria fora de propósito manipular preços da estatal, informou a Reuters.

Ela informou ainda que o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, afirmou que o 'eventual reajuste' que Petrobras vai anunciar é 54% do preço do diesel, o restante diz respeito a tributos. E que "Bolsonaro foi esclarecido quanto ao reajuste de combustíveis no Brasil e que entendeu".

De acordo com o ministro da Economia Paulo Guedes, quando o governo federal segurou o aumento do preço do diesel na última sexta-feira (12), Jair Bolsonaro reclamou com o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco: "No dia que estou comemorando 100 dias de governo, você está jogando diesel no meu chopp?".

Faça um comentário

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;

Postagem Anterior Próxima Postagem