A direita se valeu de tudo para recuperar o governo do Brasil e agora demonstra que não sabe dirigir o pais. Se valeu do seu escandaloso monopólio dos meios de comunicação, mais os usos ilegais e imorais da internet para difundir uma imagem mentirosa do país e da esquerda. Se valeu do seu poder econômico para eleger bancadas parlamentares de gente que não representa ao povo brasileiro, mas a suas igrejas, a suas empresas, a seus meios de comunicação, a suas milícias. Se valeu de juízes venais para perseguir, prender e condenar sem provas, ao único dirigente político respeitado e amado pelo povo brasileiro.

A direita fez tudo o que podia e o que não podia, para tirar do governo quem tinha recuperado a capacidade de crescimento da economia, tinha tornado o país menos injusto, tinha projetado imagem sumamente positiva do Brasil no mundo. Tirou pela força quem tinha demonstrado que sabe governar o Brasil e para todos os brasileiros. Para fazer o que?

Colocando primeiro um imbecil na presidência, logo um idiota, só destrói. Destrói o patrimônio público, destrói as políticas sociais, destrói os direitos dos trabalhadores, destrói imagem do pais no mundo. Só sabem destruir, para que o mercado seja o centro de tudo, que seja o dinheiro quem tenha o poder e defina tudo na sociedade. Que se excluam os direitos da grande maioria em função da riqueza dos bancos e dos banqueiros.

A direita odeia o Brasil, odeia o povo, odeia a democracia. Age contra tudo o que deu certo para o país, persegue, prende e condena a quem o povo adora. Não respeita os mais frágeis, os mais pobres, os mais necessitados.

Odeia a educação pública, odeia a saúde pública. Educação, só para formar o número necessário de gente para o mercado de trabalho. Ou educação como negócio para ganhar dinheiro. Saúde, só planos privados de saúde para quem pode pagar.

A direita fracassa em tudo. Não sabe governar, não sabe cuidar do povo e do Brasil. Confunde política com administração, com burocracia. Rebaixa tudo à mediocridade da sua mente. Sua única aspiração é o poder momentâneo, ser bajulado pela mídia, viajar e tirar fotos. Seu objetivo maior é impedir que um governo com apoio popular retome o desenvolvimento com distribuição de rena.

A única política econômica da direita é o ajuste fiscal, é cortar recursos das políticas sociais, privatizar patrimônio público e congelar recursos para políticas sociais. Não sabe, nem quer, fortalecer e democratizar o Estado. Não se interessa pela retomada do crescimento econômico, porque age para favorecer apenas ao capital financeiro e aos bancos. Não se preocupa em garantir os direitos de todos, porque se propõem a governar para uma minoria.

A direita governou o Brasil com ditadura militar, sem nunca se submeter à vontade dos cidadãos, durante mais de 20 anos. Governou prometendo que ao controlar a inflação, todos ganhariam, a economia voltaria a crescer e todos melhorariam de vida e nunca cumpriu. Prometeu que tirando a Dilma os investimentos viriam e o país voltaria a um ciclo de crescimento econômico, que nunca aconteceu.

A direita representa não apenas os interesses da minoria, mas da minoria não comprometida com o crescimento econômico, com a democracia e com a justiça social.

A direita não sabe governar o Brasil, por isso tem medo da democracia, da opinião do povo, da maioria dos brasileiros. Por isso teve que inventar as mentiras para ganhar a eleição, por isso tem que manter o Lula preso.

Porque Lula expressa a capacidade da esquerda de governar o Brasil, de cuidar do pais e de cuidar do povo. Mostrou que é quem é capaz de afirmar a soberania e o prestígio do Brasil no mundo, de cuidar do patrimônio público, da boa relação com os outros países, dos direitos de todos. É a esquerda quem se preocupa com que não exista ninguém desamparado no país, vivendo nas ruas, sem casa, sem comida.

A direita é um desastre para o Brasil. Joga o pais na miséria, a população no abandono, a imagem do Brasil no mundo no lixo. Por isso precisa das mentiras da mídia, da perseguição do Judiciário, das manipulações e da repressão.

A direita governa o Brasil em função dos interesses das grandes potencias internacionais e dos grandes grupos econômicos externos.

A direita precisa ser derrotada de novo, para que o Brasil volte a ser democrático, soberano, minimamente justo.






Brasil 247

Faça um comentário

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;

Postagem Anterior Próxima Postagem