ONU reafirma decisão em favor de Lula candidatar-se




Fernando Brito

Os advogados de Lula anunciaram, agora há pouco, nova manifestação do Comitê de Direitos Humanos da ONU reiterando a obrigação brasileira de cumprir a decisão liminar que determinou que o ex-presidente possa disputar a eleição presidencial e expressar-se livremente como candidato.

Cristiano Zanin e Valeska Teixeira Martins deram entrevista à frente da sede da Polícia Federal anunciando que receberam, esta amanhã, a notícia vinda de Genebra e foram buscar a nova comunicação, que será apensada ao recurso que foi apresentado ao Supremo Tribunal Federal.

No comunicado, frisa-se que as autoridades brasileiras devem agir de boa-fé, reconhecendo a validade dos tratados que o país assinou e devem se abster de decisões que contrariem as determinações do Comitê e , embora provavelmente vá ser desprezado pelos integrantes do STF, tem enorme importância política e diplomática.

Ao contrário do que ocorre na imprensa brasileira, o impedimento de Lula é um escândalo no mundo.

Assista a entrevista:





TIJOLAÇO

Postar um comentário

0 Comentários