As eleições ainda não aconteceram, mas a burguesia brasileira já conseguiu sua primeira grande vitória: convenceu o país de que vai ter eleições, e não uma grande farsa, um grande teatro, uma grande pantomima.

Agora todo mundo que antes falava que eleição sem Lula é fraude já esqueceu a palavra “fraude” e agora a disputa é pra ver quem vai ganhar nas urnas.

O problema é que, enquanto a população brasileira está hipnotizada com a disputa eleitoral, enquanto todo mundo está falando nas urnas, está acontecendo o pior dos mundos: o Aquífero Guarani já está sendo leiloado pelo Senado brasileiro, a Nestlé e a Coca-Cola já disseram que querem comprar o aquífero, que é o maior depósito de água doce do mundo, um bem estratégico absolutamente vital para o futuro não só do Brasil, mas de toda a humanidade.

Existem as conversas em curso em pleno andamento com a chamada economia do carbono para rifar a Amazônia inteira, existe um processo de privatização da Eletrobras. Então enquanto estamos falando em urnas e eleições, as coisas estão rolando.

E quem sacou isso daí de um jeito atravessado, mas sacou muito bem, foi o general Villas Bôas, do Exército brasileiro, que já advertiu o seguinte: o próximo presidente brasileiro não terá nenhuma legitimidade.

Ele falou isso numa entrevista que ele deu dia 9 de setembro, e portanto ele já está preocupado com aquilo que vai acontecer com o Brasil pós eleições e não nas eleições.



É aí que eu quero enfocar: o que vai acontecer com o Brasil imediatamente após as urnas serem fechadas? Porque a situação está dramática. O povo já não aguenta mais. Estamos perto de uma explosão social muito violenta, ninguém consegue arcar com o custo de vida, o desemprego não foi resolvido.

E o Brasil está caminhando para uma situação em que não existe um poder legítimo que vai comandar o país porque as eleições são ilegítimas, uma fraude, e nenhum dirigente que emanar dessas eleições fraudulentas terá legitimidade.

Essa é a receita para uma guerra civil generalizada. E o Brasil está caminhando seriamente para uma situação desse tipo por causa de uma explosão social incontida.

Mesmo no lado inimigo já está se preparando o golpe, como foi o caso do vice do Bolsonaro, o general Mourão, que já quer ocupar o lugar do Bolsonaro antes mesmo das eleições acontecerem.

É o fim do mundo. Nunca vi candidato a vice tentar dar o golpe no candidato a presidente da própria chapa. É uma loucura. Mas isso demonstra a desordem política, ideológica, social, a desordem completa na qual o Brasil se encontra.

Eu repito: os candidatos da esquerda que insistem em participar das eleições fraudulentas, da farsa, pelo menos deveriam aproveitar esse momento de divulgação das suas ideias e propostas para preparar a população para uma situação de confronto social inevitável que se avizinha.

A esquerda, a CUT, os sindicatos, movimentos sociais, organizações populares devem se preparar desde já para os grandes embates, porque eles vêm e vêm com força. É isso que está sendo anunciado pela farsa.




Nocaute

Faça um comentário

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;

Postagem Anterior Próxima Postagem