Datafolha: Haddad sobe ainda mais, empata com Ciro e chega ao segundo lugar


Haddad foi o candidato que mais cresceu nas intenções de voto: tinha 9% e foi para 13%, empatando com Ciro Gomes (PDT), que manteve o mesmo índice da última pesquisa; Bolsonaro (PSL) subiu dois pontos e Marina (Rede) e Alckmin (PSDB) caíram


Pesquisa Datafolha divulgada na noite desta sexta-feira (14) aponta que Fernando Haddad (PT) foi o candidato à presidência que mais cresceu nas intenções de voto. Ele tinha, no último levantamento, 9%, e agora está com 13% das intenções, mesmo índice de Ciro Gomes (PDT), que teve os mesmos 13% na última pesquisa.

Jair Bolsonaro (PSL) segue na liderança com 26%. No levantamento anterior o militar da reserva tinha 24% das intenções de voto.

Marina Silva (Rede) foi a que mais caiu. Tinha 11% e agora tem 8%. Geraldo Alckmin (PSDB), por sua vez, tinha 10% e foi para 9%.

Confira, abaixo, como ficou o cenário para o primeiro turno entre os candidatos mais bem posicionados, de acordo com o Datafolha.

Jair Bolsonaro – tinha 24%, agora tem 26%

Fernando Haddad – tinha 9%, agora tem 13%

Ciro Gomes – tinha 13%, agora tem 13%

Geraldo Alckmin – tinha 10%, agora tem 9%


Marina Silva – tinha 11%, agora tem 8%

A pesquisa foi feita entre quinta (13) e sexta (14), com 2.820 eleitores.


Revista Fórum

Faça um comentário

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;

Postagem Anterior Próxima Postagem