Bolsonaro foi examinado por médicos do Sírio e acabou no Einstein




Os meios médicos de São Paulo estranham: ontem à noite, uma equipe do Sírio Libanês foi a Juiz de Fora examinar o estado de Jair Bolsonaro e o capitão acaba indo para o Albert Einstein? Parece que, por alguma razão, o pessoal do Sírio recuou.

Sabe-se que, a pedido da família de Bolsonaro, fora formada uma junta médica integrada pelo cirurgiões Henrique Borsato e Eduardo Borato – ambos da Santa Casa – e mais Abrahão Ajjar, Filomena Galãs e Juliano Pinheiro de Almeida, do corpo médico do Sírio-Libanês. Na primeira avaliação, foi descartada a transferencia do candidato para um hospital paulista.

Menos de 12 horas depois, o deputado voou para São Paulo, mas está internado em outro hospital, o Alberto Einstein. Saiu de território árabe para território judeu.


Os Divergentes

Postar um comentário

0 Comentários