O Blog da Cidadania avisou que a ONU apoiaria Lula e que, próximo à eleição, o ex-presidente desfrutaria de um apoio popular caminhando para a unanimidade. E isso está acontecendo: Lula disparou nas últimas pesquisas Ibope e CNT e a ONU cobrou do Brasil os direitos políticos do ex-presidente. Com isso, seus adversários e carrascos dão sinais de PÂNICO.

Em 14 de maio, três semanas após o ex-presidente Lula ter sido preso, pesquisa CNT/MDA lhe dava 32,4% das intenções de voto em confronto com Jair Bolsonaro, Marina Silva, Ciro Gomes, Geraldo Alckmin e Álvaro Dias; em 20 de agosto, após 120 dias preso, Lula cresceu quase cinco pontos percentuais em confronto com os mesmos adversários – hoje, tem 37% das intenções de voto.


Já no Ibope de 28 de junho, após 80 dias de prisão, Lula apareceu com 33% das intenções de voto em confronto com Jair Bolsonaro, Marina Silva, Ciro Gomes, Geraldo Alckmin e Álvaro Dias; em 20 de agosto, após 120 dias preso, Lula cresceu 4 pontos percentuais – hoje, tem 37% das intenções de voto


Se levarmos em conta a margem de erro de 2 pontos percentuais em cada uma das pesquisas, Lula pode estar com 39%, no teto dessa margem de erro. Se assim for – porque Ibope e CNT são antipetistas e podem ter deprimido as intenções de voto do ex-presidente –, hoje ele venceria a eleição em primeiro turno.

Existem alguns motivos para o apoio a Lula estar crescendo tão rápido enquanto os adversários minguam ou empacam nas pesquisas, como Bolsonaro, Marina, Ciro ou Alckmin. Um deles é o apoio POR ESCRITO do Papa Francisco ao ex-presidente.

Apesar de a mídia ter usado suas pseudo agências de checagem para tentar esconder o apoio do Papa a Lula quando ele enviou um rosário ao ex-presidente, algumas semanas depois o sumo pontífice tratou de mandar seu apoio por escrito para não deixar dúvida.

Com isso, um contingente expressivo de católicos pode ter se dado conta de que o ex-presidente está sendo alvo de uma armação.

Porém, seguramente o apoio da ONU a Lula ainda não foi captado pelas pesquisas. Quando isso acontecer, a reflexão do povo será inevitável.


Ora, vários prêmios Nobel apoiam Lula, primeiros ministros da Espanha e de Portugal apoiam Lula, várias personalidades internacionais apoiam Lula e o maior organismo multilateral do mundo, a ONU, apoiam Lula, a Globo e meia dúzia de juízes caipiras devem estar aprontando alguma coisa pra cima do ex-presidente.

Ora, por que não deixar que o povo julgue Lula na eleição? Se fosse derrotado, haveria até um aval popular para a seriedade do julgamento contra ele. Mas esse aval não surge porque provas contra o ex-presidente não são apresentadas. Ninguém sabe exatamente por que ele foi condenado.

O sinal disso é o de que as autoridades judiciárias que encarceraram Lula estão em pânico, dando declarações disparatadas, conforme registra em artigo o ex-primeiro-ministro de Portugal José Sócrates. No texto, ele diz, textualmente, que “As instituições brasileiras reagiram de cabeça perdida: o Ministério das Relações Exteriores dizendo que ‘as conclusões do Comitê têm um caráter de recomendação e não possuem efeito juridicamente vinculante’; o Ministro da Justiça afirmando que se trata de ‘interferência indevida


No campo dos adversários, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso publicou artigo no jornal inglês Financial Times para se contrapor ao recente artigo de Lula no maior jornal do mundo, o The New York Times.


No texto, FHC tenta negar a armação contra Lula que a forma como o Brasil está tratando a determinação da ONU de o Brasil permitir a candidatura do ex-presidente preso denunciado O descaso brasileiro com o tratado que o nosso país assinou com a ONU mostra a má-fé do nosso sistema de Justiça e dá razão a Lula.

Está escancarado o pânico da mídia, de Sergio Moro, da Lava Jato, do TRF4, do TSE, de Bolsonaro, dos tucanos, enfim de todos os golpistas ante a força tonitruante de Lula no Brasil e no mundo. E razão para isso não faltam a essa gente. A hesitação em cassarem a candidatura Lula mostra que estão com medo das consequências.

Até porque, se cassarem a candidatura do único mito brasileiro de verdade, aquele que ele indicar para sucedê-lo – provavelmente, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad –, segundo as pesquisas, chegará fácil ao segundo turno e fará picadinho de Bolsonaro.

Quem viver, verá.

Confira a reportagem em vídeo





Blog da Cidadania

Faça um comentário

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;

Postagem Anterior Próxima Postagem