Haddad protagoniza versão A e versão B da propaganda na TV - Helena Chagas


Foto Divulgação/PT

Com registro ou sem registro, o programa eleitoral do PT na televisão deve exibir vídeo que já está nas redes com cenas de brasileiros pedindo a volta de Lula e imagems da caminhada de cerca de dez mil pessoas que desceram o Eixão rumo ao TSE no dia em que foram registrar sua candidatura. À frente dessa turma, o apresentador é Fernando Haddad, que na versão A, que iria ao ar sem a decisão do TSE, festeja o registro da candidatura e se apresenta como vice na chapa de Lula.

Na hipótese improvável de o registro ser cassado antes do dia 1, quando começa a propaganda eleitoral para presidente, umas poucas modificações na edição do filme preservariam, na versão B, as imagens, a caminhada de Haddad e, sobretudo, seu convite para que o eleitor o acompanhe nessa “caminhada pelo Brasil”. Em seguida, vem Lula, em imagem livre, leve e solto, falando de recuperar o que os brasileiros perderam e em botar a economia para funcionar.

Como se vê, o início da propaganda na TV, visto como a última chance de candidatos como o tucano Geraldo Alckmin crescerem, também será o principal instrumento para mostrar que Haddad é o ungido de Lula – inclusive antes de uma decisão do TSE.

Os Divergentes

Postar um comentário

0 Comentários