06 de julho de 2018 | Clipping





O Globo


Manchete : Acordo com a Boeing dá novo impulso à Embraer
Gigante dos EUA terá 80%, e a brasileira, 20%, de terceira empresa

Negócio, pelo qual americanos pagarão US$ 3,8 bilhões, ainda depende de aval do governo brasileiro e das autoridades regulatórias para a formação da joint venture


A Boeing e a Embraer anunciaram acordo que cria uma gigante global da aviação e dá à empresa brasileira escala e competitividade, segundo especialistas. A americana, com a aliança, entra no mercado de aviões de pequeno e médio portes. Uma terceira empresa, na qual a Boeing terá 80% e a Embraer 20%, será criada para assumir a parte comercial da brasileira, que fica como empresa independente nas áreas de aviação executiva, serviços e defesa, em que já tem sucessos como o avião militar KC-390. A Boeing pagará US$ 3,8 bilhões pela parte na joint venture. O acordo, aguardado desde que a Airbus se associou à Bombardier, não assegura os seis mil empregos da Embraer, mas garante que a sede, diretoria e linha de montagem ficam no Brasil. O negócio ainda requer aval do governo brasileiro e órgãos reguladores. (PÁGINAS 15 a 18 e editorial “Embraer valida um modelo industrial”)


Crivella oferece facilidades a pastores
Em reunião com 250 líderes evangélicos, o prefeito Marcelo Crivella ofereceu facilidades a pastores como cirurgias para fiéis. O pré-candidato do PRB a deputado Rubens Teixeira estava no encontro. A prefeitura disse que o ato visava divulgar serviços à sociedade. (PÁGINA 3)

Afastado pelo STF, ministro se demite
Investigado por fraude na concessão de registros de sindicatos, Helton Yomura se demitiu após ser afastado do cargo de ministro do Trabalho por decisão do STF. (PÁGINA 4)

Lixões estão em 48% das cidades
Sem a regulamentação do Plano Nacional de Resíduos Sólidos, prometido para 2014, Brasil ainda tem 3 mil lixões, que se espalham por 48% dos municípios. (PÁGINA 22)

Três mil crianças ainda longe dos pais
Apesar da pressão, três mil filhos de imigrantes continuam em abrigos nos EUA, separados dos pais. Ontem, a brasileira Sirley Paixão reencontrou o filho de 10 anos. (PÁGINA 20)

------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo


Manchete : PCC avança em presídios femininos e ensina a fazer bomba, diz MP
Grampos telefônicos e cartas achadas em esgoto mostram que facção ordenou assassinatos e ataques a policiais


Investigação do Ministério Público Estadual (MPE) descobriu que a cúpula do Primeiro Comando da Capital (PCC) montou um “setor de recursos humanos” responsável pela atualização do cadastro dos integrantes, organizou cursos de fabricação de bombas e formou matadores profissionais, informa Marcelo Godoy. Grampos telefônicos e cartas escritas por presos e apreendidas no esgoto da Penitenciária 2 de Presidente Venceslau mostraram que, desde que o líder da facção, Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola, foi mandado para o Regime Disciplinar Diferenciado, em 2016, uma cúpula interina de sete bandidos passou a tomar as decisões. Eles ordenaram quase uma centena de assassinatos em 13 Estados, além de ataques contra policiais e agentes prisionais. Também investiram na expansão de uma espécie de “PCC Mulher”, em presídios femininos. Ao todo, 70 homens e cinco mulheres foram acusados pelo MPE. (METRÓPOLE / PÁG. A14)

Execuções com tortura e crueldade

O PCC criou regras para matar, diz a denúncia. Rivais devem ser executados com vagar, sob tortura e com muita crueldade. Tiros são proibidos. Ordem é matar “na faca” e tirar foto do morto. (PÁG. A14)


Pressionadas pela concorrência, Embraer e Boeing fecham acordo
A Embraer fechou a venda de 80% de sua divisão de aviação comercial para a Boeing. O negócio cria uma nova companhia, avaliada em US$ 4,8 bilhões (R$ 19 bilhões), na qual a brasileira terá 20% de participação. Além das ações, a Embraer – que concentrará apenas as áreas de defesa e jatos executivos – receberá US$ 3,8 bilhões (cerca de R$ 15 bilhões). A forte concorrência no setor levou as partes a agilizar o negócio. As ações da Embraer caíram 14,29% ontem. Uma das razões para a tensão dos investidores é o risco de o presidente que será eleito em outubro desfazer o negócio. (ECONOMIA / PÁGS. B1 a B5)

Afastado, ministro do Trabalho pede demissão
O ministro Helton Yomura (Trabalho) pediu demissão após Edson Fachin, do STF, determinar seu afastamento. Ligado ao PTB, Yomura é um dos alvos de operação que investiga suspeita de fraudes em registros de sindicatos. Eliseu Padilha assumirá pasta. (POLÍTICA / PÁGS. A4 e A6)

Governo cancela benefício irregular de 219 mil pessoas
O governo cancelou R$ 9,6 bilhões em benefícios irregulares concedidos pelo INSS. De março até o fim de junho, 500 mil beneficiários passaram por avaliação e 74% dos auxílios-doença revisados (112.959) e 31% das aposentadorias por invalidez (106.763) foram cancelados. (ECONOMIA / PÁG. B6)

Elena Landau
Gol contra

Estado brasileiro precisa ser refundado. Foco deve ser atração de capitais privados. (ECONOMIA / PÁG. B6)


Notas&Informações
Uma pauta de modernização

Nenhum governante poderá, sem risco de erros graves e custosos, desconhecer ou menosprezar a agenda formulada pelos técnicos
da CNI. (PÁG. A3)

Banalidades e demagogia

Na CNI, pré-candidatos fizeram promessas vagas e perigosamente demagógicas. (PÁG. A3)


------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo


Manchete : Boeing acerta compra de 80% de setor da Embraer
Empresa americana pagará R$ 14,8 bi por fatia da divisão de jatos comerciais; negócio só deve ser concluído em 2019


A Boeing anunciou a compra de 80% da divisão de jatos comerciais da Embraer por US$ 3,8 bilhões (R$ 14,8 bilhões). Um memorando de entendimentos foi assinado nesta quinta- feira (5), mas o desfecho do negócio deve ocorrer somente no segundo semestre de 2019. As companhias buscam agora concluir o acordo para submetê-lo à aprovação do governo, que detém golden share (ação especial com direito a veto) na empresa, antes do término do mandato de Michel Temer. O Planalto já expressou simpatia pelo negócio. Essa percepção, porém, pode mudar dependendo de quem ganhar as eleições presidenciais deste ano. O memorando de entendimentos menciona ainda a criação de uma associação na área de defesa — tema extremamente sensível para o governo brasileiro —, sem apresentar detalhes. As incógnitas da transação são apontadas como a causa da queda das ações da Embraer, que desvalorizaram 14% ontem. (Mercado A13)


Escândalo derruba ministro e respinga em aliado de Temer
O ministro Helton Yomura (Trabalho) foi afastado por ordem do Supremo após a Polícia Federal apontar indícios de atuação em esquema para liberar registros sindicais. Ele, que nega envolvimento, demitiu-se. Mensagens de celulares apreendidos também levantaram suspeita contra o ministro Carlos Marun (Secretaria de Governo), articulador político do presidente Michel Temer. Ele se diz vítima de conspiração. (PoderA4)

CNH Digital atinge menos de 0,4% dos condutores
Nove meses após ser lançada, a CNH Digital, versão para celular da Carteira Nacional de Habilitação, avança a passos lentos. Apesar do amplo acesso da população a celulares, a difusão enfrenta entraves como desinformação, burocracia e cobranças controversas. (Cotidiano B1)

Prisão de migrantes em fronteirados EUA quase dobra
O número de imigrantes apreendidos ou barrados na fronteira dos EUA com o México cresceu 92% no primeiro semestre do ano em relação ao mesmo período de 2017. Até junho, 268.182 imigrantes foram apreendidos nos EUA. No mesmo intervalo de 2017, foram 139.969. (Mundo A10)

Editoriais
PIB atropelado

Sobre impacto da paralisação dos caminhoneiros (A2)

Preservobras

Acerca de fábrica estatal de camisinhas no Acre (A2)


------------------------------------------------------------------------------------
Mídia