Delegado diz não ter vazado informações de inquérito sobre Temer


O ministro Luís Roberto Barroso entrou em contato com o delegado Cleyber Malta Lopes neste domingo (25.fev.2018). Lopes é responsável pelas investigações sobre o presidente Michel Temer no STF (Supremo Tribunal Federal

Cleyber Lopes relatou pendências


“Após me relatar algumas pendências, assegurou-me S. Sa. que nenhuma informação relativa a aspectos sigilosos do inquérito foi por ele divulgada a quem quer que seja e que conduz a apuração com toda a diligência e discrição que o caso impõe”, escreveu o ministro.

Barroso registrou o encontro em documento que será anexado aos autos em tramitação no STF (Supremo Tribunal Federal). Leia a íntegra.

Temer é investigado por supostamente ter favorecido a empresa Rodrimar, que atua no Porto de Santos, em troca de propina ao editar 1 decreto que alterou disposições legais que regulam a exploração de portos e instalações portuárias.

Na última 2ª feira (19.fev), Barroso recebeu em seu gabinete o diretor-geral da PF (Polícia Federal), Fernando Segovia.

Em entrevista à agência Reuters, Segovia indicou que as investigações contra Temer poderiam ser arquivadas por falta de provas.

Na entrevista, o diretor-geral ainda fez ressalvas sobre a atuação de Lopes à frente do inquérito, mas afirmou que foi mal interpretado.



Poder360