O jornalista Kennedy Alencar alerta para um lobby em curso no STF: a incorporação do auxílio-moradia ao salário dos juízes e demais beneficiários do poder judiciário. Kennedy afirma que, enquanto a ministra Cármen Lúcia diz que não concederá aumento salarial, o ministro Luiz Fux propõe a incorporação do auxílio-moradia, num jogo de cartas marcadas cujo desfecho vai se desenhando de maneira mais ou menos previsível.


“Há um lobby de parcela do Poder Judiciário e do Ministério Público para pressionar a ministra Cármen Lúcia, presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), a propor a incorporação do auxílio-moradia aos salários da magistratura a partir de 2018. A jogada é a seguinte. Cármen Lúcia já disse que não pretende propor aumento salarial no Orçamento de 2018 para os ministros do STF, cuja remuneração serve de referência para o teto do funcionalismo público.

No entanto, o ministro Luiz Fux tem ouvido pedidos para convencer os colegas do STF a propor a incorporação do auxílio-moradia no lugar de eventual reajuste salarial. A saída seria uma forma de legalizar um privilégio de cerca de R$ 1 bilhão anual que está ancorado numa decisão precária e liminar do próprio Fux.

Click Política
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

Recomendamos para você

Minha lista de blogs