Depois de um empate com a Islândia e uma derrota por 3 a 0 para a Croácia, os bicampeões da Copa do Mundo estão correndo o risco de ficarem fora das oitavas de finais do torneio.


O lendário jogador de futebol argentino Diego Maradona, que levou seu time ao título da Copa do Mundo de 1986, exigiu acesso ao campo de treinamento da equipe na preparação para o decisivo jogo do Grupo D contra a Nigéria.


"Quero poder falar com os jogadores e fazê-los entender o que significa vestir a camisa nacional", disse o jogador de 57 anos.

Maradona foi visto apoiando sua equipe no estádio durante as partidas com a Islândia em 16 de junho e com a Croácia cinco dias depois.
Na sexta-feira, a Nigéria derrotou a Islândia, por 2 a 0, em Volgogrado, para alimentar as esperanças da Argentina de avançar para a fase eliminatória. Agora o único objetivo da Argentina é vencer a Nigéria e esperar que a Islândia não vença a Croácia pelo mesmo saldo de gols.

Após o empate de 0 x 0 da Argentina com a Islândia, Maradona disse à TV venezuelana que não pode culpar os jogadores e afirmou que o desempenho da equipe é uma "vergonha". A lenda do futebol também alertou o técnico Jorge Sampaoli que ele não seria bem-vindo em casa se não mudasse de tática.

Sputnik Brasil
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

Recomendamos para você

Minha lista de blogs