Um artigo escrito por Will Durant da Foundation for Economic Education para o jornal conservador Gazeta do Povo traz o título absurdo “Como o socialismo imperial arrasou o Império Romano e levou ao feudalismo”. O texto inacreditável diz que o imperador Diocleciano teria distribuindo renda e alimentos com os pobres, além de ter fortalecido a moeda da época, criando uma burocracia no governo com controle de preços.

“O Estado já era havia muito tempo dono da maioria das pedreiras, minas e salinas; ele passou a proibir a exportação de sal, ferro, ouro, vinho, grãos e óleo da Itália e a regular rigidamente a importação desses produtos. Em seguida, começou a controlar os estabelecimentos que produziam para o exército, os funcionários do Estado e a Justiça. Em fábricas de munições, fábricas de têxteis e padarias, o governo impunha uma produção mínima, comprava essa produção a um preço que ele próprio definia e deixava as associações de manufatures responsáveis pelo cumprimento de suas ordens e especificações. Se isso se mostrasse insuficiente, o governo nacionalizava essas fábricas por completo e as munia de mão-de-obra vinculada”, diz o articulista, que começou a confundir os romanos com alguma ditadura do século 20 ou com alguns aspectos da economia da Venezuela no 21.

O autor só esqueceu que Roma viveu uma crise econômica pela falta de expansão do Império, fortalecendo o evento conhecido como Invasões Bárbaras. Mas a culpa, pra essa gente, é sempre do comunismo ou do PT. Por isso já virou piada nas redes sociais.

Publicado em 25 junho, 2018 5:53 pm


Gazeta do Povo pirando em artigo. Foto: Reprodução/Twitter



DCM
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

Recomendamos para você

Minha lista de blogs