Estou aqui para convidar os brasileiros em geral e os paranaenses e curitibanos em particular para, nesta sexta-feira, dia 11 de agosto, que é o dia da criação dos cursos jurídicos no Brasil: nós vamos ter um tribunal que vai fazer o julgamento da Lava Jato.

Está sendo montado por entidades ligadas à área do direito e vão vir algumas personalidades importantes do Direito de várias partes do Brasil. Entre eles, o ex-ministro da Justiça da presidente Dilma Rousseff, o doutor Eugênio Aragão. A maioria de vocês já deve ter ouvido falar nele. Um promotor, procurador público que passou um período muito curto como ministro da Justiça da presidente Dilma Rousseff.

Eu vou participar como jurado técnico, jurado específico. Vai haver quatro jurados que vão votar a respeito de uma área da Lava Jato. E a meu cargo ficará a questão da mídia. O papel da mídia e dos meios de comunicação em todo este processo que vem vindo desde que a presidente Dilma assumiu seu segundo mandato, que deu na deposição dela e na Lava Jato, assim muito misturadas uma coisa com a outra.

Então, esse convite é para vocês. Vai ser público, está sendo divulgado no Facebook, na página do Tribunal Popular – Julgamento da Lava Jato, onde as pessoas podem se inscrever para receber a senha para participar. Gostaria muito de estar com vocês lá.

Além disso, é possível que eu faça um rápido lançamento do meu livro “Os Últimos Soldados da Guerra Fria” que, na verdade, é a história de um monumental erro judicial da Justiça norte-americana. Erro reconhecido hoje pelas autoridades, inclusive dos Estados Unidos.

Portanto, todos a Curitiba! Sexta-feira, começa às 8h30 da manhã. O local vai ser divulgado na hora em que você entrar na página do Tribunal no Facebook. Vamos lá!


Nocaute



Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

0 comments:

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;