Juiz de primeira instância tem chance única de condenar Lula, mas não tem provas

Daniel Giovanaz



Sérgio Moro é responsável pelos julgamentos da Lava Jato em primeira instância / Marcelo Camargo/ABr


O juiz Sérgio Moro está em uma encruzilhada. A qualquer momento, ele pode pedir a condenação do ex-presidente Lula com base no parecer do Ministério Público sobre o caso triplex. Mas tem um pequeno detalhe nessa história: até agora, não há nenhuma prova que incrimine o petista.

A prisão de Lula será um prato cheio para os meios de comunicação, e vai agradar o fã-clube da Lava Jato - cada vez mais reduzido. Por outro lado, condenar o ex-presidente sem provas pode ser um tiro no pé. Afinal, confirma de uma vez por todas que a Lava Jato, em Curitiba, é seletiva e está guiada por simpatias partidárias.

Para se ter uma ideia, o PSDB é um dos três partidos mais citados na operação, mas nenhum dos membros chegou a ser preso pela Lava Jato. O detalhe é que a operação foi deflagrada há mais de três anos, e mais de 200 pessoas já foram presas. Do PSDB, nenhuma.

Se o ex-presidente Lula for preso, ele deve recorrer à segunda instância e vai responder ao processo em liberdade. Lula continua elegível em 2018, a não ser que seja condenado em segunda instância também. E isso pode levar muitos meses.

O dilema está colocado, e chegou a hora de conhecermos mais uma faceta do juiz Sérgio Moro. Será que ele aceita de vez o rótulo de adversário do ex-presidente Lula, e irá condená-lo sem provas? Ou será que ele volta atrás e decepciona os seus fãs, que querem a todo custo ver o petista na cadeia?

A resposta nós saberemos nos próximos dias, mas o certo é que o mês terminou com derrotas para Moro. O ministro Luiz Edson Fachin tirou de Curitiba os processos referentes a Lula e ao filho dele. Além disso, o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, que ele condenou a 15 anos de cadeia, foi absolvido em segunda instância.

Aconteça o que acontecer na sentença sobre o triplex, Lula está cada vez mais perto de ser candidato oficial em 2018.



Edição: Camila Maciel


Brasil de Fato
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis cliente. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

0 comments:

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;