Luiz Edson Fachin mandou soltar Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) mediante o uso de tornozeleira eletrônica. Só que o equipamento acabou em Brasília.




O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Edson Fachin, mandou soltar Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), mediante o uso de tornozeleira eletrônica, nesta sexta-feira (30).

A Polícia Federal, no entanto, divulgou uma nota na qual informou que não havia mais o equipamento disponível em Brasília. Uma tornozeleira foi cedida pelo estado de Goiás e somente estará disponível para uso do deputado neste sábado (1º).

A defesa de Loures havia informado que pediria ao STF para o ex-deputado ser solto ainda nesta sexta, mesmo sem a tornozeleira, para não dormir mais uma noite na prisão.

Posteriormente, porém, o advogado Cezar Bittencourt informou que irá aguardar a chegada do equipamento e respeitará o prazo estimado pela PF.

O ex-deputado, pela decisão de Edson Fachin, deverá permanecer em casa à noite (de 20h às 6h), nos finais de semana e em feriados.

Foto: Secretaria de Justica do Paraná/Divulgação


Portal Fórum
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

0 comments:

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;