País conservador obriga mulheres a se vestirem dos pés a cabeça; governo fala em "transgressão da ordem moral" e uso de "traje indecente"

Mulher foi presa após usar minissaia em rua na Arábia Saudita (Foto: Reprodução)
A polícia da Arábia Saudita prendeu uma mulher após um vídeo em que ela aparece andando por uma rua vazia vestindo uma minissaia e um top viralizar na internet, relatou nesta terça-feira (18/07) a TV estatal da Arábia Saudita, Ekhbariya.

Na imagem, a mulher, cujo nome não foi divulgado, teria caminhado pela vila patrimonial Ushaiqir, a cerca de 200 quilômetros a noroeste da capital Riad, na província de Najd.

Em publicação no Twitter, a emissora afirmou que o caso foi encaminhado para o Ministério Público e a mulher será interrogada por um representante da Justiça, que vai decidir se ela permanecerá detida ou se será aberto um processo.

"A polícia de Riad deteve a mulher que apareceu com roupas indecentes em Ushaiqir e a encaminhou para o procurador público", escreveu a TV.

De acordo com a polícia, a garota admitiu ser ela no vídeo, mas disse que não sabia da repercussão que as imagens tinham causado nas redes sociais.

O Comitê para a Promoção da Virtude e Prevenção do Vício pretende adotar as medidas necessárias contra o que classificou como "transgressão da ordem moral" e uso de "traje indecente".

Com cultura conservadora, a Arábia Saudita não permite que mulheres andem nas ruas com roupas que não cobrem da cabeça aos pés.

Opera Mundi
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário: