Desembargadores Gebran, Paulsen e Muniz do TRF-4 - Foto: Justiça Federal

Jornal GGN - O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), o desembargador Carlos Eduardo Thompson, confirmou que a Corte julgará o processo contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva antes das eleições de 2018, conforme divulgou o GGN.

"Posso afirmar com quase absoluta certeza que antes da eleição esse processo já estará pautado e julgado no tribunal", disse em entrevista à Rádio BandNews FM.

Condenado a nove anos e seis meses de prisão e 19 anos de inelegibilidade pelo juiz Sérgio Moro, da Vara Federal de Curitiba, a sentença contra o ex-presidente precisaria ser confirmada pela segunda instância para passar a valer.


Dessa forma, o presidente do TRF-4 trouxe os indicativos de que Lula poderá estar inelegível e não conseguirá disputar as eleições à Presidência da República no próximo ano, conforme pretende e reafirmou no pronunciamento feito agora há pouco.

Conforme divulgamos, o fator "eleições 2018" que guardam relação direta com uma das penas impostas pelo juiz de primeira instância do Paraná motiva a agilidade na tramitação do recurso no TRF-4.

Na entrevista, entretanto, Carlos Eduardo Thompson negou haver pressão ou mais rapidez para o caso ser decidido. Segundo ele, seguirá o curso natural do processo.

Antes de seguir para a 8ª Turma do TRF-4, ainda cabe recurso dentro da própria Vara Federal de Curitiba, com embargo de declaração. Tanto a defesa de Lula como o Ministério Público Federal (MPF) devem recorrer, este último pedindo um aumento da pena.

Somente então o caso é encaminhado à segunda instância, quando os procuradores da República também são consultados. Em seguida, o relator dos casos de Moro no TRF-4, João Pedro Gebran Neto, conduz o processo, com a elaboração de seu voto, que é analisado pela 8ª Turma, formada por três desembargadores.



GGN
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis cliente. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

1 comments:

  1. Atendo-se Estritamente á JUSTIÇA, Observando e Reafirmando Vossas Próprias JURISPRUDÊNCIA, Não caberá, e nem é possível conceber, qualquer outra Manifestação (da 8ª Turma do TRF-4), que não seja a Completa REVOGAÇÃO da "Peça" "Obrada" pelo PARCIAL, COVARDE E TRAIDOR... pelo CRIMINOSO IRRESPONSÁVEL E INCONSEQUENTE... o Primeiro, o Excepcional (aqui, no sentido de "retardado" mesmo) e o Único... "JUIX de ACUSAÇÃO" (Nova (SUB)Instância (e como FEDE heim!) da (IN)justiça - ou (ainda não foi decidido a "Alcunha" para o Mentecapto Titular?)...
    Seja como for, ao Processo do Triplex, será dada sua devida DESmoroLIZAÇÃO...

    ResponderExcluir

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;