O Massacre ou Genocídio de Srebrenica consistiu no assassinato de aproximadamente 8.000 bósnios na região de Srebrenica (Sudeste da Europa) em 11 de Julho de 1995, durante a Guerra da Bósnia. Este assassinato em massa, realizado entre as unidades do Exército sérvio da Bósnia, sob o comando do general Ratko Mladic, e um grupo paramilitar sérvio conhecido como "Os Escorpiões", se produziu numa zona previamente declarada como segura pelas Nações Unidas já que nesse momento se encontrava sob a proteção de 400 capacetes azuis holandeses. O objetivo deste massacre foi à eliminação dos muçulmanos bósnios, mas além disso incluiu o assassinato de meninos, adolescentes, mulheres e idosos. Este fato constitui o maior assassinato em massa na Europa desde a Segunda Guerra Mundial. A lista das pessoas assassinadas inclui 8.373 nomes. O conflito começou depois que a Bósnia iniciou seu caminho para a Independência com uma Declaração Parlamentar de Soberania em 15 de Outubro de 1991. A República de Bósnia-Herzegovina foi reconhecida pela Comunidade Europeia em 6 de Abril de 1992 e pelos Estados Unidos no dia seguinte. No entanto, o reconhecimento internacional não pôs fim ao problema e estourou uma feroz luta pelo controle territorial entre os três grupos majoritários de população do país: os bósnios (muçulmanos) e os servo-bósnios (ortodoxos). A comunidade internacional fez várias tentativas para estabelecer a paz na região, mas seu sucesso foi muito limitado. No Leste da Bósnia, na zona fronteiriça com a Sérvia, a luta foi sangrenta entre ambos os grupos.

Imagem: I, Pyramid [GFDL, CC-BY-SA-3.0 or FAL], via Wikimedia Commons

History
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis cliente. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

0 comments:

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;