Uma das mais destacadas pintoras da história do México, Magdalena do Carmen Frida Kahlo Calderón, mais conhecida como Frida Kahlo, nascia em um dia como este, no ano de 1907, em Coyoacán, ao sul da Cidade de México. Apesar disso, Frida dizia ter nascido em 1910, ano do início da Revolução Mexicana: "Nasci com a Revolução", porque queria que sua vida começasse com o México moderno. Este detalhe demonstra sua singular personalidade, caracterizada desde sua infância por um profundo sentimento de independência e rebeldia contra os hábitos sociais e morais habituais, movida pela paixão e a sensualidade.
Orgulhosa de sua nacionalidade e sua tradição cultural, confrontou a reinante penetração dos costumes norte-americanos, tudo isso misturado com um peculiar senso de humor. Entre suas obras destacam-se: Auto retrato em um vestido de veludo (1926), Auto retrato (1929), Frieda e Diego Rivera ou Frieda Kahlo e Diego Rivera (1931), Henry Ford Hospital (1932) e Auto retrato na Fronteira entre o México e os Estados Unidos (1932). Ao longo de sua vida, ela teve vários problemas de saúde por conta de um acidente e também viveu um longo e turbulento relacionamento com o também artista e pintor Diego Rivera. Ela morreu no dia 13 de julho de 1954, também em Coyoacán.

Bebi porque queria afogar minhas mágoas, mas estas malditas aprenderam a nadar.
Eu pinto auto-retratos porque estou muitas vezes sozinha, porque eu sou a pessoa que eu conheço melhor.
Eu sofri dois acidentes graves na minha vida, um foi aquele que um bonde me derrubou ... O outro acidente foi Diego (Diego Rivera, seu marido).
Eles pensaram que eu era uma surrealista, mas eu não era. Eu nunca pintei sonhos. Eu pintei a minha própria realidade.
Frida Kahlo

Imagem: Guillermo Kahlo (1871-1941) (Sotheby's) [Public domain], via Wikimedia Commons
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

0 comments:

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;