Por 41 votos a 24, a Comissão de Constituição e Justiça aprova o parecer pela não autorização ao STF para investigar Michel Temer


Por Michele Moreira
Da Radioagência Nacional

O governo federal liberou R$ 134 milhões em emendas para deputados que votaram a favor do presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). A afirmação é da ONG Contas Abertas.

Segundo levantamento feito pela organização, dos 40 parlamentares pró-Temer na comissão, 36 tiveram empenhos para emendas em junho, pouco antes da votação.

De acordo com a apuração, ao todo, R$ 2 bilhões foram empenhados no mês passado para parlamentares de 27 partidos e bancadas estaduais.

Os peemedebistas teriam contado com pouco mais de R$ 284 milhões.

Por nota, o Palácio do Planalto disse que as emendas parlamentares são de caráter obrigatório, estão previstas em lei e que não existem negociações.

Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário: