Foto: Alexandre Carvalho/A2img
 
Jornal GGN - Depois da decisão do governo de Michel Temer de aumentar as alíquotas do PIS/Cofins que incidem sobre os combustíveis, a Petrobras resolveu fazer mais um reajuste no preço do gasolina e do diesel. 
 
No último sábado, a gasolina teve aumentou de 1,4% e o diesel de 0,2% nas refinarias. A estatal adotou uma nova política de preços que prevê reajustes frequentes, e, desde então, a gasolina tem queda acumulada de 1,28% e o diesel tem alta acumulada de 2,85%. 
 
Nos postos
 
O aumento nas alíquotas do Programa de Integração Social (PIS) e a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre a gasolina, diesel e etanol começou a ser sentido logo após a decisão do governo Temer. 
 
De acordo com a Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis), o aumento começou a ser repassado pelas distribuidoras a partir da sexta-feira (21). 
 
O PIS Cofins que incide sobre a gasolina mais que dobrou, saindo de R$ 0,38 para R$ 0,79 por litro. Caso o aumento dos tributos sejam repassados na íntegra para o consumidor, o litro da gasolina deve ficar R$ 0,41 mais caro.A Agência Nacional de Transporte de Cargas (ANTC) estima que o aumento do imposto poderá gerar uma elevação de até 4% no preço do frete.
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário: