Por dever de ofício, ouço CBN, assisto Globonews e estou vendo, por lá, o denodado esforço dos seus repórteres especialistas em caras e bocas para dar Lula como liquidado.

O Globo e o Estadão, já devem até ter criado uma tecla de atalho para a palavra “condenado”, de tanto que a repetem.

A Veja antecipou sua edição e a capa, claro, é mais uma das dezenas que já publicou anunciando o fim de Lula.

Aliás, pagou o “mico” de fazer uma enquete perguntando se Lula será preso ou presidente?”.

Peguei a imagem e, mesmo o site limitando os acessos de não-assinantes, o resultado é acachapante: agora já com cerca de 50 mil votos, segue o percentual de 86% dizendo que será presidente.

Já se providenciou, também, uma entrevista do presidente do Tribunal Regional Federal que examinará, em segunda instância para, num atropelo à 8ª Turma, responsável pelo julgamento, já diz que o processo será julgado antes do início do processo eleitoral.

Mau sinal para a alegria e as comemorações que ensaiaram.

É possível que logo apareçam pesquisas que registrem “queda” nas intenções de voto.

Não creio.

O efeito disso será o crescimento da radicalização.

A elite brasileira está construindo um duelo Lula x Bolsonaro.

O que pode ser eleitoralmente bom para Lula mas é, para civilização nestas terras, um desastre impensável.



TIJOLAÇO
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

0 comments:

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;