Presidente faz pronunciamento um dia após ser denunciado pelo procurador Rodrigo Janot


O presidente Michel Temer, em Brasília. UESLEI MARCELINO REUTERS


O presidente Michel Temer fez um pronunciamento ao país nesta terça-feira, 27 de junho, um dia após ser denunciado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, por corrupção passiva. Michel Temer é o primeiro presidente brasileiro no exercício do mandato a ser denunciado por um crime comum, após a validação das delações dos executivos da JBS contra ele. Em pronunciamento público, no Palácio do Planalto, Temer negou as acusações e disse ser vítima de uma “infâmia”. De acordo com o peemedebista, a denúncia contra ele por corrupção é uma “ficção”.


Temer é suspeito de receber propina do empresário Joesley Batista, sócio do grupo J&F, proprietária da JBS. O ex-assessor do presidente e ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures, que está preso, é investigado no mesmo inquérito. A acusação da PGR torna a situação do Governo ainda mais delicada. Hoje, oito ministros de Temer já foram implicados em investigações da Operação Lava Jato. Entretanto, o destino do presidente Temer depende da Câmara dos Deputados.
Assista ao pronunciamento completo de Michel Temer:




EL PAÍS Brasil
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

0 comments:

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;