Presidente faz pronunciamento um dia após ser denunciado pelo procurador Rodrigo Janot


O presidente Michel Temer, em Brasília. UESLEI MARCELINO REUTERS


O presidente Michel Temer fez um pronunciamento ao país nesta terça-feira, 27 de junho, um dia após ser denunciado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, por corrupção passiva. Michel Temer é o primeiro presidente brasileiro no exercício do mandato a ser denunciado por um crime comum, após a validação das delações dos executivos da JBS contra ele. Em pronunciamento público, no Palácio do Planalto, Temer negou as acusações e disse ser vítima de uma “infâmia”. De acordo com o peemedebista, a denúncia contra ele por corrupção é uma “ficção”.


Temer é suspeito de receber propina do empresário Joesley Batista, sócio do grupo J&F, proprietária da JBS. O ex-assessor do presidente e ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures, que está preso, é investigado no mesmo inquérito. A acusação da PGR torna a situação do Governo ainda mais delicada. Hoje, oito ministros de Temer já foram implicados em investigações da Operação Lava Jato. Entretanto, o destino do presidente Temer depende da Câmara dos Deputados.
Assista ao pronunciamento completo de Michel Temer:




EL PAÍS Brasil
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário: