Presidente deu vexame na Rússia e na Noruega e virou um pária na cena internacional. Agora, desconsidera esforços diplomáticos, cancela viagem à Alemanha e deixa de participar do G-20

por Flávio Aguiar

BETO BARATA/PR Vexame internacional: na Noruega, Michel Temer confundiu o rei de Oslo com o rei de Estocolmo


A direita neoliberal brasileira costuma culpar a "era Vargas" e a "era Lula" por tudo que há de ruim no país. Mar de lama, "maior corrupção da história", "quebra da Previdência", "elevação irresponsável do salário mínimo", e muitas outras mentiras marteladas ao longo do tempo pela nossa mídiamainstream. Essa mesma mídia cuja água sempre corre debaixo das pontes do rentismo e da venda das riquezas da pátria a troco de banana, para o povo, e a custo de muita grana, para os ricos.

É verdade que há um "custo-Brasil". Vamos avaliar sua última edição: o custo-Temer. Graças a ele, o Brasil perdeu completamente o prestígio internacional acumulado… desde a era Lula? Não só: desde a diplomacia de Rio Branco, por exemplo. Temer virou um pária na cena internacional. E com ele, o Brasil. O Brasil este fora de negociações importantes, como a da nova Rota da Seda. O Brasil, na sua fase de diplomacia Rotweiller, morde-e-não-assopra, acumula derrotas na OEA, na ONU (a Venezuela foi eleita para presidir a Comissão pós-Colonialismo da ONU, contra os EUA e o Brasil), o prestígio profissional e tradicional do Itamaraty está reduzido a frangalhos.

Temer deu vexame na Rússia e na Noruega. Vexame político e pessoal: confundir o rei de Oslo com o rei de Estocolmo, como ele fez, é imperdoável. Parece aquela piada do norte-americano que dizia que a capital do Brasil ou da Bolívia é Buenos Aires, tanto faz. Sem falar na foto do G-20, com ele isolado no canto (só faltava estar virado para a parede).

Isto é muito grave. Um presidente tem que estar à altura do país que representa. Como se não bastasse a horda de ditadores de 64, agora temos um presidente, fruto de um golpe (que culpa Deus pelo acontecido, pobre Deus!) e que humilha o país internacionalmente.

Bom, o Congresso nacional também o fez, naquelas sessões humilhantes do impeachment. Bem, a Globo e a nossa mídia mainstream também o fazem constantemente, sem se dar conta de quão nuas estão.

Mas há outros custos. Temer viria a Alemanha, para a reunião do G-20. Desistiu, intempestivamente. E agora? E o custo das viagens diplomáticas para preparar a sua vinda? As passagens, as limusines reservadas? Os hotéis? Cancela-se tudo, e fica por isso mesmo?

Se não se pagar nada disto, uma vez que foi tudo cancelado, o governo Temer tem obrigação de esclarecer.

Ou cale-se para sempre e, por favor, vá pra casa.



Rede Brasil Atual
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis cliente. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

0 comments:

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;