Jornalista publicou no ano passado suposta decisão de processo judicial em que Lula é acusado



Crédito: Reprodução


O jornalista Ricardo Noblat se recusou a explicar as circunstâncias e a fonte de uma publicação escrita por ele em redes sociais que anteciparia uma decisão judicial sobre um processo ainda em fase de instrução. A recusa se deu no âmbito de uma interpelação judicial promovida pelos advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que agora podem interpor uma queixa-crime contra o jornalista.

O caso teve início em dezembro do ano passado. Após ser instado por seguidores de sua conta no Twitter a revelar um “furo” jornalístico, Noblat publicou a seguinte declaração: “(O juiz Sérgio) Moro condenará Lula no início do ano. Mas não mandará prendê-lo. Satisfeito?”. Em publicação anterior, o mesmo jornalista afirmara: "Nine (nove, em inglês). É assim que Moro se refere a Lula quando está entre amigos”.

Considerando que a ação judicial que corre contra Lula na 13ª Vara Federal de Curitiba, presidida por Moro, estava longe de acabar - como efetivamente não terminou até agora - quando Noblat publicou seu prognóstico, a defesa do ex-presidente foi à Justiça para que o jornalista revelasse a fonte de sua informação. Afinal, tivesse a ação judicial um resultado já pré-estabelecido antes mesmo da oitiva das testemunhas, restaria clara a fraude processual.

Por isso, a ação pedia a Noblat que explicasse se efetivamente as publicações se baseiam em juízo de valor do próprio jornalista – o que se afasta do conceito de “furo”- ou se houve contato com o juiz Federal Sérgio Fernando Moro ou com algum documento ou minuta por ele elaborada.

Ricardo Noblat, no entanto, se recusou a responder. No último dia 13, os advogados do jornalista disseram à Justiça que seu cliente "exercerá sua faculdade de não responder aos quesitos apresentados, sem que isso indique qualquer explanação sobre autoria ou dolo".

Conforme explica Cristiano Zanin Martins, advogado de Lula, a Interpelação Criminal é medida preparatória de eventual queixa-crime por delitos contra a honra do ex-presidente. Com a recusa de Noblat a respondê-la, estabelece-se a possibilidade de abertura de uma ação penal contra o jornalista.

Lula
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis cliente. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

0 comments:

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;

Gostou do Blog? Divulgue. Curta. Compartilhe. Colabore. Aproveite os preços baixos dos livros. AQUI Últimos livros Anunciados e AQUI Tabela de Preços Promocionais