A repressão ocorreu na noite desta segunda-feira (6), quando os manifestantes marchavam nas ruas centrais de Curitiba.

A tropa de choque utilizou viaturas, bombas, balas de borracha, sprays e cassetetes contra os revoltosos.

O prefeito Rafael Greca (PMN) aumentou a tarifa do ônibus em 15%. Era R$ 3,70 e passou a custar hoje R$ 4,25. O reajuste na passagem foi de R$ 0,55, portanto a passagem mais cara do país.

O protesto desta noite reuniu jovens, trabalhadores e pequenos empresários que reprovam o tarifaço.

Estranhamente, na semana passada, Greca e o governador Beto Richa (PSDB) anunciaram a volta do subsídio do governo do estado para baratear a tarifa de ônibus na capital. Mas na prática…

Ou o prefeito de Curitiba foi enganado ou o tucano deu um novo calote na praça.

Abaixo, assista ao vídeo com a repressão da PM:


Blog do Esmael
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário: