A Folha registra e a economista Laura Carvalho chama a atenção, em seu Facebook, para o fato de que “a queda na arrecadação federal em 2016 teria sido de 5,95%” caso sejam descontadas as receitas extraordinárias obtidas com a repatriação de capitais no exterior”, (entre eles, aliás, as simpáticas barrinhas de outro de dupla Sérgio Cabral-Eike Batista). E, assim, ainda maior do que a queda de 5,6% em 2015.

Esta é a comparação que deve ser feita se quisermos considerar a arrecadação de tributos como indicador da atividade econômica.

Porque repatriação de recursos não apenas não se repete como não é produzida por fatos econômicos relativos à produção, ao crédito ou ao consumo.

A rigor, dois outros pequenos ajustes se deveria fazer: os R$ 14 bilhões de desonerações tributárias a menos deste ano em relação a 2015 e as receitas extraordinárias de daquele ano, mas como uma compensa a outra em valor, não é relevante.

A questão é: as quedas menores na comparação ano a ano estão indicando melhoria arrecadatória que indique aquecimento da economia?

A resposta, infelizmente, é não.

As quedas são menores porque usam como comparação a base do período em que desabou o plano (plano?) Levy e porque o fator de correção inflacionária da receita passada ser mais baixo, algo em torno de 2%.

O fato objetivo é que estamos estagnados – hoje o SPC indica uma queda na demanda por crédito de 11,6% em dezembro sobre novembro – e o que poucos alertam: em patamares extremamente instáveis em indicadores como bolsa e câmbio, ambos extremamente sobrevalorizados.

Reproduzo, lá em cima, o gráfico comparativo de câmbio (versus dólar) do Euro (azul), do Yuan chinês, do Peso argentino (vermelho) e do Real (laranja). É óbvio que o fortalecimento em 23% do Real em um ano frente ao dólar não vem de nossa saúde econômica e que nosso saldo comercial recorde se deve a uma brutal queda das importação (-20% em 2016) provocada pela retração interna.

Isso não é fundamento econômico sólido em parte alguma do universo.


TIJOLAÇO
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis cliente. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

0 comments:

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;

Gostou do Blog? Divulgue. Curta. Compartilhe. Colabore. Aproveite os preços baixos dos livros. AQUI Últimos livros Anunciados e AQUI Tabela de Preços Promocionais