Morria no dia 2 de dezembro de 1814 em Saint-Maurice, na França, o polêmico Marquês de Sade. Aristocrata francês e escritor libertino, do seu nome deriva o termo médico sadismo - a perversão sexual de ter prazer na dor física ou moral do parceiro ou parceiros. Nascido em Paris, em 2 de junho de 1740, ele foi preso várias vezes e perseguido tanto pelos seguidores da monarquia, como pelos revolucionários vitoriosos de 1789 e depois por Napoleão. O seu livro “120 Dias de Sodoma”, por exemplo, relata como nobres devassos abusavam de crianças raptadas durante uma orgia em um castelo de luxo. Violência, mutilações e assassinatos fazem parte da trama. Sade também provocou os valores cristão em seus livros. Um exemplo é “A Filosofia na Alcova (Preceptores Morais)”, no qual um casal de irmãos e um amigo libertino "educam" a jovem Euginè, mostrando-lhe aversão aos dogmas religiosos e costumes da época. Na velhice, Sade, já separado de sua primeira esposa, Renné, foi ajudado pela atriz Marie-Quesnet, que mudou-se com ele para o Hospício de Charenton. Nessa época, sob o olhar tolerante de Marie-Quesnet, teve um affair com a filha de uma carcereira, de 14 anos. Sade morreu aos 74 anos e, se tivesse tido tempo, depois que deixasse o hospício, planejava produzir peças teatrais pornográficas.


Imagem: [Domínio público], via Wikimedia Commons

Hoje na História
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis cliente. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

0 comments:

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;

Gostou do Blog? Divulgue. Curta. Compartilhe. Colabore. Aproveite os preços baixos dos livros. AQUI Últimos livros Anunciados e AQUI Tabela de Preços Promocionais