Por Emanuel Cancella

Esse rapaz se apresenta como a imagem de um santo, mas de santo não tem nada, ou melhor, como diz o ditado popular: “É um santo do pau oco’. Ele é o todo poderoso coordenador da Força Tarefa da Lava Jato, cujo chefe, Sérgio Moro, ao que parece, está correndo para o exterior, mais precisamente para os EUA.

O juiz Sérgio Moro funciona como um espião da CIA. E não daqueles que, durante a ‘Guerra Fria’, agia nos bastidores, já que Moro, verdade seja dita, joga aberto. Chamou os procuradores estadunidenses para investigar a Petrobrás; cedeu os ladrões da Petrobrás, presos, para servirem de testemunha contra a empresa, nos tribunais americanos. Sem contar também os vazamentos seletivos, a todo momento, levando à desvalorização da Petrobrás, tudo que os gringos almejam, para adquiri-la mais barato, o que , aliás, já estão fazendo.

Moro confessa que tem “Acordo de Cooperação” com os EUA, mas que não iria falar disso. Entretanto Moro é um juiz, um funcionário público, e não pode ter um acordo secreto com outro país, principalmente quando existe forte suspeita de que esse acordo prejudica uma empresa pública, base da economia do país, no caso a Petrobrás (1).

Mas vamos voltar ao procurador Deltan Dallagnol, confesso que ainda não decorei esse nome. Esse jovem procurador é aquele que denunciou Lula, sem provas, mas com convicção, de que Lula era o comandante máximo da corrupção na Petrobras.

A sociedade começa a achar que o ‘Comandante Máximo da Corrupção na Petrobrás’ é FHC que, apesar das inúmeras denúncias na Lava Jato, nem sequer é investigado. FHC é tão forte que o seu pupilo, agora presidindo a Petrobrás, o tucano Pedro Parente, apesar de estar promovendo uma liquidação na Petrobrás, há quem diga o maior bota-fora do planeta, nada acontece com ele! E tudo sem licitação!

Pedro, por exemplo, está vendendo barril de petróleo do campo gigante de Carcará a preço de um refrigerante, quando o preço do barril no mercado internacional é de cerca de US$ 45.

Na gestão de Parente, tudo na Petrobrás está à venda: pré-sal, BR, refinarias, Liquigás, a maior rede de dutos, a do Sudeste, e muito mais.

Para que não reste dúvida de que esse é o maior feirão do mundo: Pedro Parente tirou, da Petrobras, os setores mais estratégicos, impulsionadores da economia e geradores de emprego e renda: o de biocombustíveis, petroquímico, fertilizantes e gás.

E, no pacote de Pedro Parente, está inclusa a construção naval, agora navios e plataformas vão ser construídos no exterior, gerando emprego e renda para os gringos. Nos petroleiros, lutaremos para transformar todas essas liquidações sem efeito, como fizemos com as entregas do também do governo tucano, de FHC.

E o procurador, Deltan Dallagnol, chefe da Força tarefa, da Lava Jato, não está denunciando nada disso. Com o agravante de que a Lava Jato foi criada para investigar a Petrobras.

Deltan tem outras preocupações como tirar juízes e procuradores das punições na lei dos crimes de responsabilidade, já que esteve pessoalmente no Congresso Nacional, com a clara finalidade de amedrontar os parlamentares, nessa votação (2). Não funcionou sua manobra, a votação ainda não terminou mas, por enquanto, no Congresso Nacional, juízes e procuradores podem ser punidos por crime de responsabilidade.

Para mostrar também que, de santo, o procurador, Deltan Dallagnol não tem nada, esse rapaz comprou dois imóveis usando o subsídio do Programa Minha Casa Minha Vida (3). Esse subsídio é dirigido às pessoas de baixa renda para que possam ter sua residência própria. E ainda não foi para ele morar, comprou para investir. Isso não é ilegal, mas é imoral!

Deltan Dallagnol faz parte de uma elite que ganha os altos salários da República, recheados de penduricalhos, como auxílio educação e moradia. Deltan Dallagnol faz parte da maioria, se não todos, dos juízes e procuradores que possuem moradia. Se possuem moradia, então deveriam abrir mão do auxílio.

A sociedade brasileira está sendo vítima da Lava Jato. Mas nos lembremos daquilo que, magnanimamente, falava o ex-presidente americano, Abraham Lincoln: “Você pode enganar algumas pessoas o tempo todo ou todas as pessoas durante algum tempo, mas você não pode enganar todas as pessoas o tempo todo.”

Fonte: 1 - http://falandoverdades.com.br/2016/11/28/moro-confessa-que-tem-acordo-de-cooperacao-com-eua-mas-que-nao-iria-falar-disso/

2 - http://epocanegocios.globo.com/Brasil/noticia/2016/11/mpf-nao-esta-aqui-para-fazer-pressao-diz-deltan.html

3 - http://www.diariodocentrodomundo.com.br/dallagnol-comprou-apartamentos-construidos-para-o-minha-casa-minha-vida-por-joaquim-de-carvalho/

Emanuel Cancella que é da coordenação do Sindipetro-RJ e da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP)

GGN
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

0 comments:

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;