Jovens frequentam o curso técnico em informática na cidade de Viamão (RS). Equipamento é acionado por voz e poderá custar apenas R$ 500



Texto em Braille para leitura de pessoas cegas. Foto: wikimedia Commons


Alunos do curso técnico em Informática das Escolas e Faculdades QI de Viamão (RS) resolveram colocar seus conhecimentos em prática para ajudar um colega, deficiente visual criando uma impressora Braille de baixo custo que poderá facilitar a inclusão dos deficientes visuais na vida acadêmica. Os estudantes são Josiane Giannechini e João Lessa, que foram orientados pelo professor Rodrigo Moreira Barreto.

A impressora não utiliza cabos e é acionada por voz através do celular. O usuário pode ditar um texto, que será impresso em Braille ou, também por voz, indicar o nome do arquivo que deseja que seja impresso. Segundo Josiane, as impressoras atuais com essa tecnologia custam de 3 a 4 mil reais e ainda são difíceis de operar. A ideia é que a impressora dos alunos chegue ao mercado com o valor aproximado de 500 reais.

“Uma das formas de baratear o equipamento foi reaproveitando ao máximo peças de impressoras usadas. Quase metade do material usamos foi retirado de uma única impressora multifuncional”, explica Barreto. “Queremos tornar o produto o mais acessível possível. Inseri-lo em diversas escolas para que os estudantes com essa dificuldade possam imprimir seus próprios textos e ter mais esse recurso para estudo”, diz Josiane.

O acionamento da impressora é feito por meio de um aplicativo compatível com celulares Android. Josiane destaca que, tecnicamente, o projeto não foi altamente complexo, mas exigiu pesquisa profunda, e trouxe ganhos inclusive para seus desenvolvedores. “Utilizamos como base os elementos de uma impressora 3D, pois seu desenvolvimento é semelhante. Para mim, como estudante, ajudou bastante na área profissional e técnica. Foi uma grande experiência”, diz.

Durante a 31ª Mostra Brasileira e Internacional de Ciência e Tecnologia – Mostratec 2016, que aconteceu em outubro em Novo Hambugo, o projeto recebeu quatro prêmios: Inovação Tecnológica; Professor Orientador Destaque, para Rodrigo Moreira Barreto; 1° lugar na categoria Ciências da Computação; e prêmio Intel de Inovação – destaque feminino da Mostratec, para Josiane Cristielly de Oliveira Giannechini.

O produto está em fase de protótipo e registro. Os alunos buscam agora um investidor ou organização não governamental que se interesse em oferecer aporte ao projeto. Quem tiver interesse em saber mais sobre a tecnologia pode entrar em contato pelo telefone (51) 8412.5651 ou e-mail rodrigo.barreto.cc@gmail.com.

Brasileiros
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

0 comments:

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;