Pós-verdade, escolhida “palavra do ano” pela prestigiosa Universidade de Oxford, na Inglaterra, é um conceito já não tão novo, mas absolutamente destes tempos.

Tanto como pode ser ricamente entendido em artigos como o da professora Ivana Bentes na revista Cult, pobremente pode ser compreendido naquela frase do promotor da Lava Jato: não temos provas, mas temos a convicção.

Bob Fernandes, num vídeo imperdível mostra como pós-verdade é uma verdade – e nada pós – na vida política do país, hoje dominada pelo espírito da caçada, no qual muita gente boa, mas equivocada, acha que – dependendo da “vítima” – pode ser útil ao povo e á democracia a entrega total do poder ao PJM, o partido Judiciário-Mídia.



Tijolaço
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário: