O senador Roberto Requião (PMDB-PR) denunciou nesta segunda (10) o que ele considera um golpe na Constituição Federal, promulgada em 5 de outubro de 1988, portanto há 28 anos.




“PEC 241 é um golpe na Constituição de 1988”, grita Requião nas redes sociais.

Segundo o senador, os deputados que votaram pelo afastamento da presidente Dilma Rousseff — em abril — agora completam o serviço entregando o país ao capital financeiro.

“Em país que não tributa lucros do capital, em que banqueiros mandam no BC e juros, Temer quer cortar nos salários, na saúde e na educação”, protestou.

Requião se disse orgulhoso dos estudantes secundaristas paranaenses, que ocupam escolas contra a reforma do ensino médio e a PEC 241 que congela investimentos na educação por 20 anos.

“Orgulho dos estudantes de meu Paraná que se manifestam contra a absurda PEC 241. Na falta de partidos fala, com força, a juventude. Parabéns!”, elogiou.

Para Requião, deputado que votar contra PEC 241 não é desagradar o TEMER, mas sim salvar o Estado Social brasileiro. “É livrar o Temer do desvario de sua assessoria”, completou.

O governo Michel Temer (PMDB) faz um jogo de vida e morte em torno da aprovação da PEC 241, que congela os investimentos públicos por 20 anos. A matéria entra na pauta da Câmara nesta segunda e serão necessários 308 votos para institucionalizar a recessão na economia brasileira até 2037.


Esmael Morais
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário: