Após pesquisa, governo vai promover PEC do Teto nas redes sociais

Do Estadão

O Planalto traçou uma nova estratégia para combater o discurso contrário à PEC do Teto. Na próxima semana, que antecede a votação em segundo turno, decidiu bombardear os sites e as redes sociais do governo com informações positivas sobre a emenda e explicar exaustivamente a “necessidade” da medida. A decisão se baseia em um relatório desanimador contratado pelo governo: 1) 94% dos internautas consideram a PEC do Teto negativa para o País e 2) 99% associam o nome de Temer à palavra golpista quando o assunto é o Teto.

A pesquisa foi feita pela agência de comunicação Isobar Brasil e analisou 59 mil menções diretas à PEC do Teto no Twitter e Facebook do Palácio do Planalto, no dia 13 de outubro, primeiro dia útil após a votação em primeiro turno.

A maioria das menções à PEC foi feita por mulheres de 18 a 34 anos, com ensino superior, situadas nas principais capitais e “com ávido interesse por informação”.



Viomundo
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

0 comments:

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;