Uma grande ejeção de massa coronal ocorreu em nosso sol cinco dias antes desta imagem ser feita, em 2012.

A ejeção lançou uma nuvem de elétrons, prótons e íons que se moviam rapidamente em direção à Terra. Embora a maior parte desta nuvem tenha passado acima do nosso planeta, uma parte dela impactou nossa magnetosfera, resultando em auroras espetaculares vistas nas altas latitudes do norte.

Um dos destaques foi justamente a coroa auroral particularmente fotogênica capturado acima, em Grotfjord, na Noruega.

O brilho verde cintilante de oxigênio atmosférico recombinado tomou uma forma que lembra uma grande águia.

Embora o período de máximo solar (o auge do ciclo de atividades do sol) já tenha passado, nosso astro-rei continua a exibir uma alta atividade ocasionalmente, criando novas auroras impressionantes visíveis na Terra. [NASA]

Hypescience
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário: