O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva publicou um vídeo na noite desta sexta-feira (21) em sua página do Facebook para mandar um recado para aqueles que o acusam de corrupção, em especial para a força-tarefa da Operação Lava Jato.

“Uma pessoa que faz a acusação que está sendo feita sobre mim, no fundo no fundo, ele está imaginando que se ele estivesse no meu lugar ele faria o que ele pensa que eu fiz”, disse.

No momento mais incisivo do vídeo, Lula deixa a entender que seu recado é para o juiz Sérgio Moro.

“Não sejam refém da imprensa, não sejam refém da imprensa. Vocês têm estabilidade no emprego e não é para ser refém da imprensa porque é pouco inteligente alguém dizer que para condenar alguém eu preciso da imprensa. Eu quero saber se você investigou e se você tem prova. (…) Se você não fez isso eu peço que pare, pense e mude de comportamento”. O magistrado já disse várias vezes que para Operação Lava Jato dar certo é necessário o acompanhamento diário da imprensa.

Ao terminar o vídeo, Lula diz: “Me respeitem para que eu possa respeitar vocês”




Portal Fórum
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

0 comments:

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;