(FOTO: REPRODUÇÃO/TWITTER)

No começo da semana, a usuária @whyofcorso (que, desde então, excluiu a conta) tweetou a foto de uma bolsa com a legenda: "Todos digam olá para meu novo bebê". Um dos comentários da publicação mencionava o fato de o produto ser branco, ao que a dona respondeu que, na verdade, a bolsa é azul. E assim nasceu o embate sobre cores mais significativo desde o vestido branco e ouro/azul e preto.

Antes de comprar uma briga por conta da cor que você enxerga na bolsa, entenda como a ciência explica o fato de cada um ver azul ou branco, nunca um só deles. Acontece que a a luz entra nos nossos olhos em forma de onda. Cada cor tem comprimentos de onda diferentes. Essas ondas são enviadas para a retina, no fundo dos olhos, e depois são transmitidas para o córtex visual, no cérebro. A área é onde ocorre a tradução desses sinais nas imagens que vemos, diferenciando umas cores das outras. É ao longo desse processo que o cérebro descobre quais são as cores que são refletidas dos objetos para os quais você está olhando e tira esses tons das cores 'reais ' do objeto. Ou seja, a visão 'joga fora' a informação sobre os tons que iluminam o objeto e fica apenas com a informação sobre os tons refletidos.

Como aponta o I Fucking Love Science, o contexto no qual vemos a foto também pode mudar nossa percepção da cor. Fatores como a luz do ambiente no qual você se encontra — artificial, natural, no escuro — também são importantes. Às vezes quando o cérebro não consegue juntar todas as informações que julga necessário para formar a imagem, preenche alguns buracos, dando resultados diferentes para cada um.

Mas e ai, qual cor você enxerga na bolsa? Compartilhe conosco nos comentários.

Galileu | Buzz
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

0 comments:

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;