Sem noção, o presidente empossado, foi pessoalmente comparar um sapato novo em sua visita à China, fazendo propaganda de um dos produtos de maior concorrência com a indústria brasileira.

Tivesse mandado alguém comprar, a cena não teria virado motivo de piada nas redes sociais.

Segundo noticiais a Gazeta, “O Brasil acabou de renovar, em março deste ano, a aplicação de direitos antidumping para calçados produzidos na China. Cada par de sapatos chinês paga uma sobretaxa de US$ 10,22 ao entrar no país. A medida vale até 2021. Desde 2010, o Brasil tem medidas antidumping contra os calçados chineses.

Klein apontou que Michel Temer “certamente” comprou sapatos de boa qualidade, no comércio regular, e não um calçado pirata, como ocorre em alguns casos, e sugeriu até mesmo que o presidente pode ter comprado um sapato brasileiro, já que fabricantes nacionais começaram a exportar para a China nos últimos anos.”


Blog da Luciana Oliveira
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário: