A nova diretoria da Petrobras está roubando.

Não, não a estou acusando de estar fazendo as “baruscadas” ou as “youssefadas” de anos atrás.

Não estou dizendo que o Sr. Pedro Parente tem contas no exterior.

Este blog não trabalha com convicções pré-concebidas em lugar de provas, como certos procuradores.

Mas há provas, sim, de que estão roubando a oportunidade de milhares de trabalhadores brasileiros demitidos da indústria naval de voltarem a trabalhar.

De que estão roubando a possibilidade de investimentos da ordem de pelo menos US$$ 1,2 bilhão na indústria nacional, cujas plantas estão às moscas.

De que estão retardando a recuperação de nossa atividade industrial e, portanto, a da economia.

Acuso, porque alertado pelo Paulo Henrique Amorim, leio na Folha que “a Petrobras pediu à ANP autorização para contratar no exterior a primeira plataforma de produção de petróleo da área de Libra, no pré-sal”, tal como era feito nos tempos de Fernando Henrique, que levou nossa industria naval ao bagaço.

Ah, mas aqui é mais caro…

Negociem, apertem… Ou vocês acham que indústrias que estão quebrando não se dispõem a apertar os preços até o talo para continuarem abertas?

Distribuam esta notícia na Ponta da Areia, em Niterói, onde quase nove mil operários navais estão vivendo de biscates e favores e depois mandem o Pedro Parente lá explicar como é que vai mandar fazer o navio na Coreia ou em Singapura, como fez, com consequências desastrosas, o falecido Roger Agnelli, da Vale.

Não esqueçam de mandar junto uma tropa da Força Nacional de Segurança.


TIJOLAÇO
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

0 comments:

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;