A Operação Lava Jato, via seus procuradores e Procuradoria-Geral da República, informou que os executivos da Odebrecht garantiram que a campanha de José Serra (PSDB-SP) à Presidência da República, em 2010, recebeu R$ 23 milhões da empreiteira via caixa dois.

Créditos: Imagem de Divulgação // O atual ministro José Serra


Segundo os executivos, durante uma reunião na sede da Polícia Federal de Curitiba, parte do dinheiro foi depositada em contas bancárias do exterior e o restante foi pago para o atual ministro, José Serra, aqui mesmo no Brasil.
 
A empreiteira Odebrecht ainda teria os recibos destes depósitos bancários, feitos para o Comitê Financeiro Nacional para Presidente da República de Serra, e disse que vai apresentá-los como prova. Os executivos garantem que o PSDB ainda distribuiu parte do dinheiro para outras candidaturas do partido.
Todo o valor deste caixa dois, se fosse atualizado pela inflação, totalizaria R$ 34,5 milhões.

Catraca Livre
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário: