Os advogados do ex-presidente Lula estarão em Nova York na próxima terça-feira, antes da Assembleia Geral das Nações Unidas, onde pretendem entregar para as delegações de centenas de países memoriais sobre o que consideram ser o fim do estado de Direito no Brasil e a perseguição judicial empreendida contra Lula e o Partido dos Trabalhadores; essa movimentação constrangerá Michel Temer, que fará o discurso de abertura da Assembleia; a defesa vai aos EUA a convite de entidades internacionais de defesa de direitos humanos, que também foi dirigido ao advogado Geoffrey Robertson, responsável pelo recurso de Lula em Genebra; ontem, após se defender, Lula agradeceu aos militantes que o aguardavam do lado de fora de um hotel no centro de São Paulo




247 – O caso Lula chegará à Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas. Os advogados do ex-presidente Lula estarão em Nova York na próxima terça-feira, onde pretendem entregar para as delegações de centenas de países memoriais sobre o que consideram ser o fim do estado de Direito no Brasil e a perseguição judicial empreendida contra Lula e o Partido dos Trabalhadores.

A defesa de Lula informou ao 247 estar indo a Nova York a convite de entidades internacionais de defesa de direitos humanos para detalhar as violações às garantias fundamentais praticadas contra o ex-presidente. O convite foi dirigido aos advogados de Lula e a Geoffrey Robertson, também advogado da causa, responsável pelo recurso já apresentado ao Comitê de Direitos Humanos da ONU, que participará da ação.Essa movimentação constrangerá Michel Temer, que fará o discurso de abertura da Assembleia. As informações sobre a apresentação do memorial sobre o caso Lula em Nova York são da jornalista Mônica Bergamo (leia suas notas abaixo). A defesa esclarece, porém, que não abordará o tema impeachment.

Os advogados de Lula vão a Nova York na terça (20), na abertura da 71ª Assembleia-Geral da ONU. Pretendem entregar às representações de centenas de países o memorial das acusações de abuso de poder que fizeram contra o juiz Sergio Moro e os procuradores da Operação Lava Jato na comissão de direitos humanos da organização.
VIZINHO
A investida, que fará referência também ao impeachment, deve causar uma saia justa: o presidente Michel Temer fará o discurso de abertura da assembleia. Deve ser questionado sobre o assunto, já que o memorial será entregue a jornalistas estrangeiros.
RECHEIO
A peça de acusação contra Lula apresentada nesta quarta (14) pelos procuradores será incluída no memorial, como evidência de que o ex-presidente sofre "acusações sem prova", segundo o advogado dele, Cristiano Zanin Martins.

Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

0 comments:

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;